27 de novembro de 2017

Representantes do grupo GAGMC na COP 23 em Bonn

Reprodução: https://cop23.com.fj/




No período de 06 a 17 de novembro de 2017, aconteceu a 23ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 23), na cidade de Bonn, na Alemanha. Milhares de delegados de governo e líderes de todos os setores da sociedade se reuniram com o objetivo de avançar para uma implementação bem sucedida, inclusiva e ambiciosa do Acordo de Paris.


O líder do grupo GAGMC, José Célio Andrade, e o líder do subgrupo de CCS, George Câmara, participaram do evento e acompanharam essas questões de perto. O professor doutor Célio Andrade concorda com o Observatório do Clima de que a COP23 entrega o que prometeu, mas não o que precisamos.


José Célio Andrade (esq.) e George Câmara (dir.)

19 de outubro de 2017

Participação no ENANPAD 2017

Duas integrantes do grupo GAGMC participaram do ENANPAD 2017, que aconteceu de 01 a 04/10/17 em São Paulo. No dia 03, a doutoranda Fátima Góes apresentou o artigo "Co-Benefícios para o Desenvolvimento Sustentável de Projetos de MDL de Energia Eólica no Nordeste do Brasil" na sessão sobre Desenvolvimento Limpo & Mobilidade Urbana Sustentável. Já no dia 04, a mestranda Flávia Menezes apresentou o artigo "Economic Feasibility of an Energy Efficiency Project for a Steam Distribution System in a Chemical Industry" na sessão sobre Mecanismos de Conscientização, Governança e Ecoeficiência.

Fátima Góes


Flávia Menezes

26 de setembro de 2017

Reunião preparatória dos estados do Sul para o 8º Fórum Mundial da Água



Nos dias 14, 15 e 16 de setembro de 2017, o líder do sub-grupo CCS, George Câmara, participou da reunião preparatória dos estados do Sul do país para o 8º Fórum Alternativo Mundial da Água, organizada pelo CONFEA e CREA-SC e realizada  em Balneário Camboriú. O Fórum acontecerá em março de 2018 em Brasília e discutirá o direito dos povos de todo o mundo de acesso à água, opondo-se às tentativas de privatização e mercantilização deste recurso natural que é essencial para a manutenção da vida no planeta.

4 de setembro de 2017

Curso gratuito de NVivo


No dia 30/08/17 foi ofertado gratuitamente, na Faculdade de Ciências Contábeis da UFBA, no Campus do Canela, com organização da Profa. Dra. Sônia Gomes, o curso introdutório sobre o software de tratamento de dados qualitativos NVivo Versão 11. O curso foi ministrado pelo Prof. Juliano Almeida, integrante do grupo GAGMC que vem trabalhando com este software em sua tese de doutorado.

O contato inicial do Prof. Juliano com o sistema se deu a partir de um curso ofertado em 2014 pelo Núcleo de Pós-Graduação em Administração (NPGA) e desde então vem utilizando o sistema para processamento de dados documentais e qualitativos da sua tese com o apoio da FAPESB, órgão de fomento de pesquisas do Estado da Bahia, que financiou um ano de licença do software.

O curso apresentou a estrutura de funcionamento bem como o fluxo de trabalho do NVivo, ambos aspectos necessários para que os pesquisadores possam desenvolver suas pesquisas. O público presente contou com participantes do GAGMC e do LPCG, ambos grupos de pesquisa da UFBA, e com estudantes de mestrado e doutorado do PEI e do NPGA. "É sempre um prazer poder dividir conhecimento com outros pesquisadores, momento em que podemos contribuir para o desenvolvimento das demais pesquisas", afirma o Prof. Juliano.

Para maiores informações sobre o NVivo – um software projetado para organizar, analisar e encontrar informações em dados não estruturados ou qualitativos como: entrevistas, respostas abertas de pesquisa, artigos, mídia social e conteúdo web ­– acesse http://www.qsrinternational.com/nvivo-portuguese.


30 de agosto de 2017

Progressão de Mestrado para Doutorado em Administração


No dia 25 de agosto de 2017, em reunião do colegiado do Núcleo de Pós-Graduação em Administração (NPGA) da Universidade Federal da Bahia, foi aprovada a progressão de Viviane Helena Torinelli do Mestrado Acadêmico para o Doutorado em Administração. A estudante, membro do grupo GAGMC, terá mais dois anos e meio para concluir o curso. Sua tese abordará as Finanças Verdes e os efeitos da sua interação com a gestão das reservas internacionais pelos bancos centrais.